O grupo da grande Babilônia

Published February 16, 2021 6 Views

Rumble O grupo de nações mais interessantes nos últimos dias é o grupo da grande Babilônia. Esse grupo flutua mais do que os outros porque após a destruição da grande Babilônia, esses países têm que escolher entre o sistema financeiro e religioso do anticristo e a aliança das nações de ovelha.

Com seu patrimônio cristão, população grande de judeus, status como um centro mundial de finanças e porto animado, Londres preenche todos os requisitos para ser a grande Babilônia. Apocalipse 17 diz que “está assentada sobre muitas águas” e as águas “são povos, e multidões, e nações, e línguas.” Isso tem dois significados. Primeiro, a grande Babilônia é uma cidade multicultural. Segundo, reina sobre um grupo de nações diversas. Pois, 53 países são membros da Comunidade Britânica de Nações, totalizando quase dois e meio bilhões de pessoas. É mais de um quarto da população do mundo. A Comunidade Britânica inclui quatro das nações mais populosas do mundo: a Índia, o Paquistão, a Nigéria e o Bangladesh.

Além disso, a grande Babilônia controla uma coalizão de dez reinos. Esses reinos vem da área geográfica do império Romano. A Roma dominou a África do Norte, o Oriente Médio e a maioria da Europa Ocidental. Pois, o anticristo derrota muitos países na África do Norte e no Oriente Médio na guerra de Daniel 11:22. Do mesmo modo, os dez reinos estão localizados ao oeste de Israel. Também são capazes de impedir a primeira invasão de Jerusalém pelo anticristo. Por isso, a coalização dos dez reinos consiste em nações na Europa Ocidental.

No início dos últimos dias, a grande Babilônia é a potência global dominante. A cidade cosmopolita e multicultural, conhecida pela sua riqueza extravagante, vai reinar sobre os reis da terra. Isso leva a ressentimento e permite que o anticristo, o governante da Rússia naquela época, assuma o controle dessa coalizão e ataque a grande Babilônia. Depois de destruir a grande Babilônia, o anticristo implementa seu própio sistema financeiro: a marca da besta.